Casa e Construção | 18-06-2007 | há 2495 dias

Elevador do futuro

Por Jeifferson Moraes

elevac 200 - Visão panorâmica de 360 graus
elevac 200 - Visão panorâmica de 360 graus
Se nos anos 60, William Hanna e Joseph Barbera, tivessem que explicar o funcionamento do elevador nos desenhos da Família Jetson, talvez a resposta estivesse no uso da tecnologia a vácuo. É essa mesma tecnologia que o elevador, da foto ao lado, utiliza.

Aqueles que não têm muita familiaridade com os desenhos da Hanna-Barbera, podem achar a comparação um pouco estranha. Mas a Família Jetson – uma série animada de televisão produzida entre 1962 e 1963 – retratava no imaginário das pessoas o que seria o futuro da humanidade. Quando George Jetson, o pai, personagem do desenho, retornava do seu trabalho, fazia uso de um elevador muito parecido como este, tubular e transparente, para transportar-se até o seu apartamento, como se estivesse flutuando.

Parece que mais uma vez a ficção virou realidade. Pelo menos é isso que o Elevac 200, como é chamado, passa à primeira vista. Utilizando um design diferenciado e a tecnologia a vácuo – que dispensa cabos, polias, engrenagem, poço e casa de máquinas – o elevador já é uma realidade em muitos lares pelo mundo, inclusive no Brasil. Foi inventado na Europa e já existe há sete anos. O produto é patenteado, e a empresa Elevac Tecnologia em Elevadores Ltda, sob licença, fabrica o equipamento em São Paulo e vende para todo o território nacional.

Elevac 200 - Elevador com transporte a vácuo
Elevac 200 - Elevador com transporte a vácuo
O elevador pneumático é ideal para residências e uso privativo.
É utilizado também em setores corporativos. “Por ser de fácil e rápida instalação, em condições normais: entre três e cinco dias, o equipamento se adapta perfeitamente em construções já prontas”, informa o sócio-proprietário Geraldo Ahlert. Segundo ele, outro diferencial seria o baixo consumo de energia elétrica, que equivale a um chuveiro elétrico comum. O elevador só utiliza energia para subir, quando suas turbinas de sucção são acionadas. Diferente dos elevadores convencionais, o Elevac não permite que os passageiros fiquem presos entre os andares, no caso de falha mecânica ou falta de energia. “Quando a luz acaba, o elevador começa a descer suavemente até o térreo e a porta se abre automaticamente”, afirma Helvécio Ribeiro dos Santos, consultor comercial da Elevac.

Observando as fotos, vemos que em muitos casos, o elevador assume o papel decorativo no ambiente, chama a atenção pelo design e atrai os olhares mais curiosos. Quem comprar o elevador, poderá personalizar alguns detalhes do equipamento de acordo com o seu ambiente. Como por exemplo, escolher as cores da estrutura que estão disponíveis nos padrões: preto, branco, grafite perolizado e bege.

Dreison Santini, arquiteto, teve o Elevac 200 instalado em duas casas de seus clientes e tem projeto de instalação para outras duas, salienta: “Um equipamento bastante seguro e a instalação é bem simples (...) Inclusive os clientes afirmam que utilizam mais o elevador do que a escada”. Conforme o arquiteto, o elevador é uma solução muito viável que pode até valorizar o imóvel.

O custo do Elevac 200 pode variar muito de acordo com as necessidades de cada imóvel, seu preço está na faixa de R$ 32 mil a R$ 45 mil, já instalado. Para instalações externas, a empresa deve ser consultada, o seu custo é bem mais elevado.

Características do elevador
Sua estrutura externa possui diâmetro de 96 centímetros, é feita toda em alumínio e no fechamento é utilizado policarbonato. “Esse material é 250 vezes mais resistente a impactos do que o vidro. O acrílico e nem o vidro suportam a força criada pelo vácuo”, completa Ahlert.

Internamente possui acabamento em aço inox escovado e seu diâmetro é de 84 centímetros, com acomodação para duas pessoas, chega a transportar até 200 quilos. No percurso vertical pode atingir de três a quatro andares, com uma velocidade constante entre 9 e 12 metros por minuto.

Elevac 200 - Instalação entre três e cinco dias
Elevac 200 - Instalação entre três e cinco dias
A empresa dá garantia de um ano e sua assistência técnica, feita através de empresas especializadas e credenciadas, deve ser contratada para que a garantia tenha validade durante este período.

“É feito um contrato de manutenção e mensalmente eles vão até o imóvel e fazem uma revisão (...) com um custo bem compatível com o valor do equipamento”, salienta o engenheiro civil, Ayrton Sanches, que teve o elevador instalado, há seis meses, na residência de um cliente. Segundo Sanches, o produto apresenta pouca manutenção e de baixo custo.

No Guarujá, serão instalados mais dois elevadores. Até o fechamento da revista (maio/2007) não tivemos a confirmação da conclusão. Helvécio, informou também, que um elevador estará disponível para visitação a partir de julho deste ano.

Clique aqui e entenda o funcionamento do Elevac (leia último páragrafo)
Clique aqui e entenda o funcionamento do Elevac (leia último páragrafo)
Entenda o funcionamento do Elevac 200
A cápsula de transporte (item A) é totalmente hermética, não deixa o ar sair. O teto da cabine (item B) é responsável por esta vedação, e acima está a área de baixa pressão (item C). A pressão do vácuo é a responsável pelo movimento da cápsula de transporte, quando as turbinas são acionadas. Válvulas de segurança controlam a entrada e saída do ar, que também são responsáveis por uma descida suave no caso de falta de energia. (veja o infográfico nesta página)

Quem estiver interessado em conhecer e testar o elevador, poderá visitar o showroom da Elevac, na Acapulco Casa Show, Av. Pernambuco, 10 – próximo a portaria do Jardim Acapulco em Guarujá. O elevador já está funcionamento deste agosto/2007. Para mais informações, ligue:
(11) 6839.7794 com Helvécio dos Santos.